trem-anima

 

Cultural

Estação Poesia

 

O  Projeto Estação Poesia, fruto de uma parceria entre a CBTU de João Pessoa e o Serviço Social do Comércio-SESC, tem por objetivo levar, todo mês, arte e cultura aos clientes da CBTU de João Pessoa, através de suas exposições no interior dos trens e das estações. O forte do evento são as poesias retratadas pelos artistas da terra. Paralelamente à exposição de poemas, são apresentadas peças de teatro, dança, música e muita informação sobre saúde. Os passageiros aprovam o projeto e parabenizam a Companhia pela iniciativa.

 

poetica1 poetica1
poetica1 poetica1

 

 

Trem Criança

 

Um projeto que acontece há nove anos durante o mês de outubro. O objetivo é conscientizar crianças e adolescentes sobre o uso e a importância da preservação do trem urbano, que é um meio de transporte seguro, rápido e barato. O evento já acontece há oito anos e mais de 35 mil crianças participaram das comemorações. Inseridas no evento são promovidas atividades recreativas e culturais que são realizadas no hall da estação de João Pessoa.

 

poetica1 poetica1
poetica1 poetica1

 

 

 

Trem do Forró

 

O Expresso Forroviário realiza viagem a partir da primeira quinzena de junho e vai até o fim do mês, da cidade de Campina Grande ao Distrito de Galante, no balanço do autêntico forró pé-de-serra. A viagem dura em média 01h30min e os passageiros podem desfrutar de paisagens rurais. Os turistas que, em sua maioria vêm em grupos grandes, não se cansam de elogiar a organização do Expresso Forroviário. O trem, composto por sete carros de passageiros, totalmente decorado com motivos juninos, possui um trio de forró, composto por um triangueiro, um zabumbeiro e um safoneiro, que seguem o percurso de ida e volta, animando a viagem com o mais fiel som nordestino.

 

Em Galante, a 21 km de Campina Grande, os passageiros do trem são recebidos pela população com uma explosão de fogos. O local oferece diversas barracas com comidas típicas, a exemplo da buchada e a tradicional cabeça de bode, além de galinha de capoeira, macaxeira, paçoca, carne de sol, bode e feijão verde. O trem consegue movimentar a economia do Distrito e gerar empregos temporários durante os fins de semana, quando o lugarejo chega a quintuplicar sua população. Duas ilhas de forró, um palco principal e o forrozão do Mercado, com forró ao vivo, animam Galante por toda a permanência do trem. São mais de três horas para os turistas e passageiros do trem poderem conhecer as belezas da serra da Borborema, tendo o prazer de apreciar, ainda, a Pedra de Santo Antônio, local onde as pessoas costumam passar por debaixo e pedir casamento ao santo.

 

poetica1 poetica1
poetica1 poetica1