trem-anima

 

Equipamentos

Vilas e Edificações

Vias e edificações

 

*

 

Via Permanente

 

A Via Permanente do Trem Metropolitano de Belo Horizonte obedeceu, em seu projeto e execução, a métodos geométricos precisos e modernos. Nas vias principais do trecho operacional e pátios os trilhos são assentados sobre lastro de pedra britada, são utilizados dormentes de concreto monobloco e fixação elástica Pandrol tipo E 1891, e dormentes de madeira tratada com fixação por placas de apoio Pandrol para trilho 57, nas regiões dos travessões e AMV´s.

 

Os trilhos de aço carbono são soldados eletricamente em estaleiro e assentados na via formando barras contínuas, interrompidas apenas nas juntas de sinalização.

 

São utilizados aparelhos de mudança de via (AMV) de agulha curva, padrão ÁREA, assentados sobre dormentes de madeira com as seguintes aberturas e posicionamentos:

 

- AMV 1:16: nos travessões das vias principais.

- AMV 1:12: nas vias principais para desvios primários.

- AMV 1:10: nas vias de pátio.

As características da Via são:

- Via corrida: 28,13 km.

- Rampa máxima: 3%.

- Raio mínimo do projeto: 312 m.

- Superelevação máxima: 160 mm.

- Altura média do lastro: 80 cm.

- Bitola: 1600 mm.

- Velocidade máxima: 80 km/h.

- Carga máxima por eixo: 25 ton.

- Taxa de dormentação: 1117 D/km.

- Espessura do lastro sob o dormente: 300 mm.

- Inclinação dos trilhos sobre a vertical: 1:40.

- Comprimento trilho (aço nióbio 200 e carbono):

12 m ou 18 m.

Edificações Operacionais

O sistema é composto de 19 (dezenove) estações operacionais, 04 (quatro) subestações de tração, 03 (três) cabines de seccionamento e paralelismo, 01 (um) centro de controle operacional, 01 (um) edifício administrativo, 01 (um) pátio deestacionamento e manobras, 01 (uma) estação repetidora de rádio e 01 (um) complexo de manutenção. O sistema de edificações operacionais executa serviços de manutenção e restabelecimento da área elétrica de baixa tensão, hidráulica e civil, além de atividades de modernização, modificação e revitalização. As estações são providas de elevadores para utilização de pessoas portadoras de necessidades especiais e de escadas rolantes nas estações de maior fluxo de usuários.