trem-anima

 

CBTU Recife realiza sonho de João Vitor

A pergunta “o que você quer ser quando crescer?”, certamente, deve ser a indagação que as crianças mais ouvem durante a infância. E geralmente as respostas são enfáticas. Policial! Médico! Bombeiro! Mas e quando a resposta é… “maquinista”? Um tanto quanto incomum! Pois bem, esse é o caso do pequeno João Victor, de 11 anos. Fascinado por trens desde os nove, o jovem expressa em desenhos o seu gosto pelo meio de transporte utilizado por 400 mil pessoas diariamente na Região Metropolitana do Recife.

Com o objetivo de realizar o sonho do pequeno João de conhecer de perto a estrutura do Metrô, seu tio, Jerônimo Vieira, enviou ofício à CBTU Recife pedindo uma visita ao Sistema. Após ter uma resposta positiva, o jovem teve seu sonho realizado na manhã desta terça-feira (10) pela Articulação Externa, com uma visita guiada por empregados da Companhia.

A visitação começou às 8h da manhã na Estação Recife. Guiado inicialmente pelo inspetor de trecho, Sérgio Carvalho e pelo inspetor de movimento da Coordenadoria da Linha Sul (CONSUL), José Omena, Victor visitou as instalações do local. Depois, entrou no vagão da Linha Centro e na cabine do maquinista, seguiu para a Estação Werneck, onde foi recebido pela técnica de gestão, Graça Mousinho, e dirigiu-se ao Centro de Controle e Operação (CCO).

“É muito importante estreitarmos o relacionamento com os nossos usuários, principalmente para as crianças, como é o caso do João Victor, que é bem novo, mas já é bastante fiel ao Sistema. Essa aproximação é excelente, pois é a oportunidade que eles têm de conhecer de perto a nossa empresa e também de aprender acerca da maneira correta de se portar no Metrô”, destacou Graça.

Após a visita no CCO, o jovem foi recebido pelos empregados da Articulação Externa, e em seguida levado ao Centro de Manutenção de Cavaleiro (CMC), onde foi recebido pelo engenheiro da Coordenadoria de Planejamento e Engenharia de Manutenção, Florêncio Absalão, que conduziu a visita e apresentou a Victor toda a estrutura da oficina no local.

 

“Um dia inesquecível” – ao fim da visita, essas foram as palavras de João Victor. Empolgado, ele deixou claro que sua vontade de ser maquinista aumentou ainda mais. Quem sabe a gente esteja falando de um futuro metroviário, não é mesmo?

 

111017b

 

111017c