trem-anima

 

A CBTU Belo Horizonte festejou a conclusão do programa de formação de 22 menores aprendizes, executado entre janeiro de 2013 e fevereiro de 2015. Realizado durante na última sexta-feira (30/01),o encerramento do programa foi organizado pela Coordenadoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos e contou com a presença dos jovens aprendizes, coordenadores orientadores, psicólogos, técnicos, entre outros profissionais que acompanharam o desenvolvimento do s jovens durante o programa.

 

O gerente de Administração e Finanças, Eduardo Coimbra, abriu o evento agradecendo a participação dos envolvidos no programa e elogiando a contínua evolução dos aprendizes. “O desenvolvimento desses jovens tem sido reconhecidamente positivo na CBTU e o modelo traçado em parceria com o Centro Salesiano do Menor funciona como uma via de mão dupla, que beneficia tanto a empresa quanto os futuros profissionais, impulsionando o crescimento pessoal e formando mão de obra qualificada para o mercado”.

 

A programação de conclusão do programa coordenada pela psicóloga Vera Medeiros, incluiu dinâmicas e muita descontração. Em uma delas, os jovens e seus orientadores se divertiram confeitando cupcakes e levando um colorido especial à festa. “Com essa dinâmica, queremos mostrar que se vocês se dedicarem poderão aprender qualquer coisa. A dedicação e a vontade de aprender sempre são palavras-chave para quem quer superar limites”, destacou Vera Medeiros aos adolescentes.

 

Mensagens e reconhecimento

 

Durante a atividade, os jovens também receberam diversas mensagens escritas por amigos e orientadores. Gustavo Gomes fez questão de agradecer pela oportunidade de trabalhar na CBTU Belo Horizonte. “Aprendi muito e fiz vários amigos”. Larissa Castro destacou que aprendeu “a lidar com vários tipos de pessoa e a ser educada com cada uma delas”.

 

Emoção e reconhecimento à CBTU marcaram todo o evento. Na dinâmica com balões, onde os jovens tinham de escrever que experiências levariam consigo de mais marcante na Companhia, as palavras mais citadas foram: “responsabilidade” e “compreensão”.


FONTE: IMPRENSA CBTU-BELO HORIZONTE