trem-anima

 

2360aA CBTU Belo Horizonte concluiu os serviços de engenharia para recuperação do talude da Estação Vila Oeste. Ao todo, foram investidos mais de R$ 960 mil em recursos do Governo Federal, usados para garantir a recomposição da encosta e da rede de drenagem que passa pelo local.  

A obra foi iniciada em março de 2020, após parte da encosta ter sido danificada pelas intensas chuvas ocorridas em janeiro deste ano, o que acabou provocando deslizamentos de terra no local. Os trabalhos de recuperação, conduzidos pela Construtora Sinarco, incluíram o desenvolvimento de consultoria especializada, elaboração de projetos executivos e implantação da obra, com fornecimento de materiais.

Segundo o gerente de obras da CBTU-BH, Rodrigo de Abreu, “os serviços reconstituíram uma área de cerca de 3 mil metros quadrados, onde ocorreu a ruptura de parte da contenção, em função do grande volume de chuvas deste ano.  Dessa forma, a estabilização da encosta foi garantida e corrigiu-se ainda  os efeitos da erosão causada, minimizando quaisquer riscos à operação”, destaca.

2360