trem-anima

 

A Gestão do Conhecimento tem se destacado como importante aliada do mundo corporativo em diversos setores. Na vanguarda das linguagens e ferramentas de desenvolvimento interno, a CBTU já utiliza o conceito de Gestão de Conhecimento, com aplicação dentro do Arquivo Central, no Rio de Janeiro.

O modelo praticado na Companhia foi reconhecido pela ANPTrilhos, na quinta-feira (18), com entrega de prêmio para a criadora do projeto, Nathália Teixeira Gaspar Neto, arquivologista da Administração Central

A partir do estudo desenvolvido na CBTU se concluiu que com criatividade e empenho é possível utilizar a Gestão do Conhecimento para produzir, reter e disseminar dados da Companhia. O produto agrega ainda benefícios como fortalecimento da marca, desenvolvimento e reconhecimento do capital intelectual, além de melhorias no ambiente de trabalho potencialização de vínculos, otimização de tarefas e mapeamento de processos.

De acordo com Nathália, a partir da utilização da Gestão de Conhecimento dentro do Arquivo Central, diversos resultados positivos já foram registrados pelos empregados.

- A memória do setor está sendo preservada, ao mesmo passo que os empregados se sentem valorizados e responsáveis pelas suas atividades. Isso resulta em uma equipe participativa e um ambiente propício para a troca e criação de conhecimentos – comemora a arquivologista.