trem-anima

 

 

Imagem divulgação dos premiados

A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), em parceria com a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô (AEAMESP), realizaram a cerimônia do 7º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários, nesta 3ª feira (01/09), durante a abertura da 26º Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP. Neste ano, diante da pandemia causada pela Covi-19, a cerimônia foi pela internet.

O artigo vencedor da categoria 1 foi “Benefícios de uma Simulação Computacional para o Sistema Metroferroviário”, de autoria de Joelson Messias de Moura e coautoria de Wellington Oliveira Costa e Adriana Martins dos Santos, da ViaQuatro.  “Com certeza estou ganhando o prêmio duas vezes, sendo uma delas o fato de ser finalista ao lado de grandes profissionais do ramo metroferroviário, que me é um enorme privilégio. E, claro, a segunda ganhar o prêmio, deste que de longe é o maior evento da categoria”, destacou Joelson Messias de Moura.

Na categoria 2 o artigo vencedor foi “Tomada de Decisão Baseada em Dados: Como Aumentar a Eficiência nas Contratações”, de autoria de Leandro Kojima e coautoria de Reinaldo Teixeira Nappo, do Metrô de São Paulo. “Estou muito feliz com a premiação, gostaria de agradecer primeiramente à AEAMESP, ANPTrilhos e CBTU pela oportunidade e pelo incentivo constante no setor metroferroviário. Esse prêmio dedico a toda a equipe da Gerência de Logística do Metrô de São Paulo e estou aqui apenas os representando, porque sei o quanto todos se desdobraram nessa pandemia para manter os insumos e o Metrô em operação”, destacou Leandro Kojima.

Enquanto na categoria 03 o artigo vencedor foi “Inovação na mobilidade de pessoas com deficiência visual no Metrô de São Paulo”, de autoria de Jaldomir da Silva Filho e coautoria de Eliete Mariani, do Metrô de São Paulo. “Agradeço a oportunidade que a ANPTrilhos, a CBTU e AEAMESP ofereceram para que nós pudéssemos apresentar esta importante iniciativa para a acessibilidade, representada pelo projeto NavGATe Siga Fácil. Com este projeto, o Metrô evoluirá a forma de prover mobilidade a seus passageiros, principalmente com deficiência visual, prezando os valores de autonomia e respeito que o Metrô de São Paulo tanto oferece ao cidadão desta importante cidade”, destacou Jaldomir da Silva Filho.

Neste ano, o Prêmio de Tecnologia contou com a entrega de menções honrosas à dois artigos finalistas que trataram da Covid-19, um tema de grande relevância para o setor neste momento.  Os artigos são: “Desafio da Gestão de Equipes em Home Office no CCO - Centro de Controle Operacional do Metrô-SP”, de autoria de Wellington Fonseca Dias e coautoria de Luiz Antonio Alves; e “Monitoramento da lotação dos trens no Metrô -SP: Gestão da oferta no contexto do Covid-19”, de autoria de Gabriel Rivelles Paiva e coautoria de Bruno Lopes Fernandes, Fabianne da Silva Maia, Gabriel Rivelles Paiva e Marcelo da Silva Favarello. Os autores fazem parte da equipe do Metrô de São Paulo.

“Quero parabenizar os vencedores das categorias e todos os participantes do Prêmio de Tecnologia. A pandemia causada pela Covid-19 impactou fortemente a vida das pessoas e o nosso setor manteve suas operações para garantir os deslocamentos das pessoas que precisaram do transporte neste período. A dedicação dos nossos profissionais foi ainda maior diante deste cenário e, mesmo com os desafios que tiveram com a pandemia, os profissionais se dedicaram à produção dos artigos técnicos. Tivemos recorde de inscrições neste ano e esses trabalhos mostram o esforço dos técnicos para participar do Prêmio e tratar de temas atuais e de grande relevância”, destacou o Presidente da ANPTrilhos, Joubert Flores.

O Diretor de Planejamento e Relações Institucionais da CBTU, Pedro Cunto, destacou a contribuição do Prêmio para o setor. “O Prêmio, junto com a Semana de Tecnologia da AEMESP, traz uma enorme contribuição para a ferrovia, e mais, nos demonstra a grande quantidade de profissionais extremamente qualificados e inovadores que temos por aqui”.

“A parceria da AEAMESP com a ANPTrilhos e CBTU na organização dos Prêmios nesses últimos 7 anos tem sido de uma riqueza técnica, haja vista a quantidade recorde de trabalhos inscritos nessa edição. Meu muito obrigada”, destacou Silvia Cristina Silva, Presidente da AEAMESP.

O Prêmio de Tecnologia é uma iniciativa da ANPTrilhos e da CBTU e tem o objetivo de incentivar a produção técnica do setor metroferroviário brasileiro e promover o intercâmbio tecnológico entre profissionais da área.

Os vencedores de cada categoria do Prêmio de Tecnologia foram agraciados com a premiação de R$ 5 mil, troféu e certificado. Todos os finalistas receberão troféu e certificado de participação. Os artigos agraciados com menção honrosa receberão também um troféu.

Conheça todos os artigos finalistas do 7º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários, por categoria:

 

Categorias

Nome do Artigo

Autores

Finalistas Categoria 1

Benefícios de uma Simulação Computacional para o Sistema Metroferroviário

Joelson Messias de Moura; Wellington Oliveira Costa; Adriana Martins dos Santos

Expansão de infraestruturas urbanas pela tributação do transporte individual

Pedro Dias Geaquinto

Mapa da Jornada do Cliente CPTM: uma nova abordagem sobre a relação empresa e sociedade

Orlando Gonçalves Faya Junior; Maicon Satiro de Oliveira; Renata Marie Miyasaki

Nova Metodologia de Gestão de Empreendimentos Metroviários

Priscilla Amaro Antunes Saldanha; Jayme Domingo Filho

O uso de dados do sistema de bilhetagem eletrônica no planejamento operacional de grades horárias

Frank Alves Ferreira; Cleber Correa

Finalistas Categoria 2

A Gestão de Contratos em Empreendimentos Complexos - Gerenciamento da Comunicação na Linha 15-Prata

Mariana Yassuda de Quadros Tavares; Silvia Giacobbe; Robson Ueno

Desafio da Gestão de Equipes em Home Office no CCO - Centro de Controle Operacional do Metrô-SP

Wellington Fonseca Dias; Luiz Antonio Alves

Flipped "Classtrain": a sala de aula invertida do Departamento de Material Rodante do Metrô-SP

Flavio dos Santos Sapucaia; Tadeu Aparecido Oliveira Rocha

Inteligência Geográfica Aplicada a Análise de Risco Socioambiental em Empreendimentos Ferroviários

Bárbara Regina Batista Soares; André Antunes Caldeira; Poliana Taty Oliveira Dias; Vladimir Diniz Vieira Ramos

Tomada de Decisão Baseada em Dados: Como Aumentar a Eficiência nas Contratações

Leandro Kojima; Reinaldo Teixeira Nappo

Finalistas Categoria 3

Aplicação de manutenção baseada em condição para o material rodante

Rodrigo Ismail Miguel

Desafios e Inovações no Projeto Básico de Sistemas de Sinalização e Controle Centralizado da Extensão

Rubens Navas Borloni; Gabriel Franzotti Camilo de Souza

Informação na palma da mão: APP de apoio às equipes de manutenção para rápida consulta de dados

Caio César De Miranda Viana; Diego Guerreiro Bernardes

Inovação na mobilidade de pessoas com deficiência visual no Metrô de São Paulo

Jaldomir da Silva Filho; Eliete Mariani

Monitoramento da lotação dos trens no Metrô -SP: Gestão da oferta no contexto do Covid-19

Gabriel Rivelles Paiva; Bruno Lopes Fernandes; Fabianne da Silva Maia; Gabriel Rivelles Paiva; Marcelo da Silva Favarello

 

Mais informações:
www.anptrilhos.org.br/evento/premio-de-tecnologia
www.semanadetecnologia.com.br