trem-anima

 

 

Cerimônia foi realizada na abertura da 29ª Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP, nesta 2ª feira (11/09), em São Paulo.

 

A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) e a Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô (AEAMESP) realizaram a cerimônia de entrega do 10º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU, na abertura da 29ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, nesta 2ª feira (11/09), em São Paulo (SP).  
 
O artigo técnico “Pagamento por aproximação no Sistema Metroviário do Rio de Janeiro: resultados e benefícios”, de autoria de Raphaela Cosme Maturo dos Santos e Pedro Fiuza Cardoso, da empresa MetrôRio, foi o vencedor da categoria 1. “É muito importante poder coroar o nosso trabalho no Metrô, o nosso dia a dia. Agradecemos a oportunidade, tanto a que recebemos aqui no Prêmio quanto a de nossos colegas de trabalho que ajudaram e contribuíram para que conseguíssemos chegar aqui”, destacou Raphaela dos Santos. 
 
“Implantação Fablab na CPTM e a cultura maker no setor metroferroviário” foi o artigo vencedor da Categoria 2. O artigo foi escrito por Sarah de Sa Fernandes, Rodrigo dos Santos Nobrega e Maicon Sartiro de Oliveira, da empresa CPTM. “Esse Prêmio vem para fortalecer o nosso movimento de inovação. A CPTM está nesses trilhos de busca pela inovação, de trazer o que existe de ponta em tecnologia e do que há de melhor em transporte para os nossos passageiros. A criação de nosso trabalho vai ao encontro disso”, ressaltou Sarah Fernandes. 
 
Já o artigo técnico “Otimizando a eficiência do sistema metroferroviário: análise operacional com ciência de dados”, de autoria de Joelson Messias de Moura, Álvaro Diego Bernardino Maia, Lucas Victor Resende Oliveira, Marcos Renan Nonato da Silva e Marcos Vinícius de Souza Apolinário, da ViaQuatro, foi o vencedor na Categoria 3. “É um reconhecimento muito relevante, de âmbito nacional e para toda a categoria metroferroviária. Isso contribui muito para o desenvolvimento tecnológico, além de demonstrar as diversas possibilidades do que há de mais moderno no mercado, o que no fim das contas acaba impactando muito positivamente os passageiros e usuários dos sistemas”, enfatizou Joelson de Moura.
 
A premiação foi entregue pelo Presidente do Conselho da ANPTrilhos, Joubert Flores; pela Diretora Técnica da CBTU, Adriana Fonseca Lins; e pelo Presidente da AEAMESP, Luís Kolle.
 
Luís Kolle, ao dar as boas-vindas aos presentes na abertura do evento, agradeceu e destacou o alcance dos trabalhos, além da relevância dos projetos para todas as empresas de transportes sobre trilhos. “Agradeço muito essa parceria e a confiança na AEAMESP. Agradeço a todo mundo que participa e sempre envia seus trabalhos e suas ideias que muito contribuem para o setor”, pontuou o Presidente da AEAMESP.
 
A Diretora Técnica da CBTU, Adriana Lins, também agradeceu a presença dos participantes e destacou a importância das pesquisas e dos projetos científicos dentro das empresas do setor. “Essa união da ciência com o dia a dia nosso na ferrovia é fundamental. A CBTU sempre tenta apoiar as iniciativas que vão nesse sentido. Há muitos anos, a empresa lançou um concurso de monografias chamado ‘Cidade nos Trilhos’, deu muito certo e a partir daí surgiu o Prêmio de Tecnologia que é um dos mais importantes do setor”, explicou a Diretora Técnica da CBTU em seu discurso. 
 
O Presidente do Conselho da ANPTrilhos, Joubert Flores, expressou gratidão pelos presentes e destacou o expressivo número de profissionais metroferroviários que já participaram das edições do Prêmio. “Agradeço aos mais de 600 profissionais que fazem parte dessa história através de seus artigos, que são importantes ferramentas para o desenvolvimento do nosso setor. Parabéns a todos que fazem parte desta jornada do Prêmio de Tecnologia. Que possamos juntos continuar incentivando o aprimoramento do transporte de passageiros sobre trilhos”, destacou Joubert Flores.
 
Todos os artigos finalistas receberam troféu e certificado de participação. Os vencedores de cada uma das três categorias também receberam a premiação no valor de R$ 7 mil.
 
 
Vencedores do 10º Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU
 
10 anos do Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários
 
Neste ano, o Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários celebrou 10 anos de incentivo e reconhecimento aos trabalhos dos profissionais do setor metroferroviário, que se dedicam todos os dias ao transporte de milhões de brasileiros e se empenham para o aprimoramento das operações, buscando inovações e tecnologias que possam tornar as viagens das pessoas mais rápidas e seguras. 
 
Para celebrar a primeira década do Prêmio, a ANPTrilhos e a CBTU prepararam um vídeo celebrativo sobre essa jornada. Clique aqui para assistir o vídeo: https://youtu.be/Ps8l86RgnlU .
 
Em sua mensagem no vídeo, a Diretora Executiva da ANPTrilhos, Roberta Marchesi, destacou: “Celebramos essa primeira década na certeza de que o Prêmio de Tecnologia já é uma referência no incentivo da produção técnica para todo o setor metroferroviário. Ao longo desses anos, percebemos uma ampliação na produção e na submissão de artigos ao Prêmio, que já consolida mais de 630 concorrentes, 150 finalistas e 30 vencedores em todas as categorias. Esperamos que o Prêmio continue incentivando e trazendo inovações que contribuam para as melhorias técnicas e procedimentos adotados nas empresas”. 
 
Leandro Kojima, do Metrô de São Paulo e vencedor da premiação por quatro vezes, falou sobre a valorização profissional com o Prêmio: “O Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários é um grande estímulo para o desenvolvimento de projetos e aplicações nas empresas do setor. Tenho orgulho de ser vencedor em quatro edições do prêmio e ver todos os projetos implantados no Metrô de São Paulo”.
 
Como parte desta celebração, o Prêmio também ganhou uma nova identidade em seu logotipo, que está presente nos troféus e certificados que os agraciados com o 10º Prêmio de Tecnologia receberam neste ano. A identidade dos primeiros 10 anos foi desenvolvida por Marcelo Leiroz Pinto, técnico industrial e designer gráfico da CBTU, hoje aposentado. 
 
Durante a cerimônia, a ANPTrilhos e a CBTU agradeceram os membros da Banca Examinadora do prêmio, que avaliam os artigos, assim como a importante parceria com AEAMESP ao longo desses anos.
Novo logo do Prêmio
 
Finalistas 2023
 
O Prêmio Tecnologia & Desenvolvimento Metroferroviários ANPTrilhos-CBTU é dividido em três categorias. Conheça os cinco artigos técnicos finalistas de cada uma delas: 
 
Finalistas - Categoria 01
1. Implementação da Tarifa Social e seus efeitos na demanda do metrô do Rio de Janeiro – MetrôRio - Diogo Salcides, Anna Clara Fernandes de Oliveira, Guilherme Ribeiro Bieler
2. O impacto dos fatores externos na variação média da demanda de passageiro no MetrôRio em dias úteis – MetrôRio - Isabelle Sousa de Moura
3. Pagamento por aproximação no Sistema Metroviário do Rio de Janeiro: resultados e benefícios – MetrôRio - Raphaela Cosme Maturo dos Santos, Pedro Fiuza Cardoso
4. Tarifa Social Ferroviária no Rio de Janeiro - Uma análise socioeconômica – SuperVia - Rasiele dos Santos Rasia, Gabriel Nogueira
5. Transformando equipamentos operacionais em oportunidades: monetizando o SMM na Linha 15-Prata – Metrô de São Paulo - Willian Eder Reis da Silva, Guilherme Fernando Molina Ambrosio, Charles Iury Oliveira Martins, Michel de Abreu Verinaud
 
Finalistas - Categoria 02
1. Mitigação e gestão das emissões de carbono no ciclo de vida dos empreendimentos do Metrô SP – Metrô de São Paulo - Cacilda Bastos Pereira da Silva, Soraia Schultz Martins Carvalho, Ramón Carollo Sarabia Neto
2. Transformação e Maturidade em Gestão Ágil no Metrô SP - Metrô de São Paulo - Gerson Gonçalves da Silva Neto, Priscilla Amaro Antunes Saldanha
3. Solução para o tratamento de efluente da lavagem de peças, em oficina metroferroviária - Trensurb - Guilherme Dutra de Campos, Alex Menani Lingiardi
4. Uso Sustentável da Água: Metodologias, Inovações e Processos na Gestão Hídrica da CCR Metrô Bahia - CCR Metrô Bahia - Leandro Silva de Almeida, Jaime Araujo de Oliveira Neto, Larissa Sousa Santos Lemos
5. Implantação Fablab na CPTM e a cultura maker no setor metro ferroviário – CPTM - Sarah de Sa Fernandes, Rodrigo dos Santos Nobrega, Maicon Sartiro de Oliveira
 
Finalistas - Categoria 03
1. Desenvolvimento de sistema de telemetria para VLT tipo Mobile 3 – CBTU - Felipe Ferreira de Araújo, Valdegilson de Oliveira Silva, Fábio Sergio Dantas Soares, Ítalo Bezerra de Mendonça
2. Otimizando a eficiência do sistema metroferroviário: análise operacional com ciência de dados – ViaQuatro - Joelson Messias de Moura, Álvaro Diego Bernardino Maia, Lucas Victor Resende Oliveira, Marcos Renan Nonato da Silva, Marcos Vinicius de Souza Apolinário
3. Sistema de Fôrmas Trepantes para paredes do poço de acesso principal da futura Estação Vila Formosa – Metrô de São Paulo - Marcio Demian Guerra
4. A utilização do método PDCA para redução da taxa de deseixamento de rodeiros ferroviários na gerência – Vale - Milena Brenda Barros Gomes
Cartas de Controle EWMA para monitoramento do headway praticado pelas linhas CPTM – CPTM - William Bossas Paulino
 
As apresentações dos artigos técnicos fazem da programação da 29ª Semana de Tecnologia Metroferroviária da AEAMESP, que será realizada até 5ª feira (14/09), em São Paulo. A programação do evento está disponível em www.semanadetecnologia.com.br.