Imprimir

2004 300x134A CBTU Belo Horizonte publicou esta semana a revisão da instrução de serviço (IS-019/STU-BH) que altera e estabelece regras e procedimentos obrigatórios para o controle do estoque de bilhetes magnéticos e para o gerenciamento financeiro das etapas do processo de arrecadação (IS 019/STU-BH). A revisão da IS atende a orientação da Auditoria Interna da CBTU e aplica-se em particular às rotinas desenvolvidas pela Gerência de Administração e Finanças, por meio da Coordenação de Arrecadação.

Os novos procedimentos visam subsidiar a atuação dos empregados no que se refere ao registro de bilhetes defeituosos recolhidos nas estações, bem como sobre a atuação da Gerência de Estações, responsável pelo registro e encaminhamento dos bilhetes recusados nas 19 estações e destinados ao processo de reciclagem e descarte obrigatório, o que será realizado por empresa especializada.

Segundo o coordenador de Arrecadação, Leandro Cabral, a nova instrução possibilita o registro integral dos bilhetes, que antes eram mantidos sob custódia, garantindo o descarte seguro e irreversível da documentação e evitando a possibilidade de fraudes, perda ou extravio. “A revisão da IS é fundamental para dar mais transparência ao processo e para assegurar que todos os empregados envolvidos com a tarefa tenham sempre à mão as normas e procedimentos a serem seguidos e que saibam exatamente o que fazer em situações dessa natureza”.

A IS 019/STU-BH, que estabelece ainda a forma e o período de fechamento contábil da documentação física pertinente ao sistema de arrecadação, já está disponível para consultas no link http://10.10.20.7/is/menu.