trem-anima

 

2053A CBTU Belo Horizonte iniciou na manhã desta segunda-feira (13/05), a ampliação dos trens acoplados nos horários de pico. Visando dar mais comodidade aos usuários do metrô, a nova medida também veio acompanhada de uma mudança no esquema de embarque da Estação Vilarinho. 

Ao invés dos habituais quatro trens acoplados, a CBTU adotará a circulação com seis trens acoplados, em todos os dias úteis. O número de viagens, no horário de pico da manhã, passou de 10 para 15 viagens e, no pico da tarde, de 12 para 27 viagens. 

Com a modificação, o embarque na Estação Vilarinho está sendo feito somente através da Plataforma V2 “Vilarinho-Eldorado”, buscando evitar choques na entrada e saída de pessoas das composições. Os desembarques, por sua vez, estão concentrados apenas na Plataforma V1, “Eldorado-Vilarinho”. A mudança será adotada inicialmente como um período de testes, durante 30 dias

A técnica em enfermagem, Carla Rodrigues, gostou do novo método adotado pela CBTU e acredita que a medida será bem aceita pelos usuários. “Eu acho o metrô um meio de transporte muito mais rápido e eficaz. Acredito que agora teremos mais conforto e comodidade”.

Mobilização, Cartazes e folhetos explicativos: Para alertar os usuários neste primeiro dia de mudança, a CBTU Belo Horizonte escalou uma trupe especial que, está indicando, por meio de setas e balões coloridos, a direção e o local correto para aguardar pelo metrô na Estação. Além disso, o grupo, composto por quatro atrizes, também está interagindo tete-a-tete com os usuários, a fim de passar as informações e esclarecer dúvidas gerais sobre o novo procedimento de forma alegre e descontraída. 

Mesmo não utilizando o metrô todos os dias, a auxiliar de escritório Viviane de Paula, aposta em uma maior facilidade de embarcar e desembarcar na estação. “Tenho pouca experiência com metrô, especialmente, na Estação Vilarinho. Mas acredito muito que essas alterações trarão fluidez e maior conforto aos usuários”, completa.

No primeiro dia da ação foram distribuídas cartilhas e folhetos explicativos, além de cartazes instalados na Estação. Mensagens pré-gravadas também foram transmitidas aos usuários pelo sistema de som do metrô.