trem-anima

 

 

WhatsApp Image 2019 06 24 at 14.50.312

Começou hoje (25) e, segue aberta à visitação até o próximo dia 8 de julho, na Estação Central, a exposição fotográfica ‘Que rio queremos? Cuidar é melhor que destruir’.  A iniciativa celebra o meio ambiente, tratando de sensibilizar, questionar, proteger e alertar sobre o destino que estamos dando às nossas águas, além de propor reflexões e mudanças de conduta: que deixemos de ser uma sociedade que mata rios para sermos uma sociedade que abraça e revitaliza seus corpos d’água.

Considerada um destaque da campanha, a mostra fotográfica busca apresentar, de maneira lúdica, o rio que temos, o rio que queremos e o quê o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas tem feito em termos de ações de recuperação e preservação das respectivas áreas. 

Neste mês, o Comitê quer chamar a atenção para as atividades que impactam negativamente o rio e a vida no território. Segundo dados da FEAM, a região conhecida como Alto Rio das Velhas, conta com 82 barragens, sendo 16 sem garantia de estabilidade.  16 municípios de um total de 51 na Bacia Hidrográfica não possuem coleta e nem tratamento de esgoto. O lixão é a destinação final de resíduos sólidos que predomina na bacia, sendo que a coleta adequada de resíduos ocorre em 14 municípios, 33% do total.

Para marcar o esforço concentrado, uma série de outras atividades - como seminários, oficinas, visitas técnicas e a 105ª Reunião Plenária do Comitê - também acontecerá em várias cidades mineiras. Mais informações: https://bit.ly/2KPK02Q.