trem-anima

 

2528A prefeitura de Belo Horizonte anunciou nesta sexta (4) ao Superintendente da Companhia, a inclusão dos metroviários na lista de trabalhadores aptos a receberem a vacinação contra a Covid-19, a partir de quinta-feira (10). Tal ação atende o pleito da Companhia que já havia acionado a Prefeitura e outros poderes, para essa demanda. A vacinação ocorrerá em postos fixos e extras das 7h30 às 16h30 e nos postos drive-thru das 8h às 16h30. Os locais podem ser consultados no site https://prefeitura.pbh.gov.br/campanha-de-vacinacao-contra-covid-19. Após reunião realizada em maio, o Executivo Municipal comunicou ao superintendente da CBTU-BH, Miguel Marques, que se empenharia para garantir o cumprimento da medida, em até 30 dias, que foi cumprido pela Prefeitura. Na data de hoje o Superintendente reuniu novamente com o Prefeito para alinhar os detalhes.

Tal medida foi celebrada com entusiasmo pelo superintendente, que destacou: “Primeiramente agradeço toda a categoria metroviária que durante toda a pandemia trabalhou para levar este serviço essencial a população. Defendo que valeria, como valeu a pena esperar os 30 (trinta dias) solicitados pela Prefeitura para dar uma solução. Destacou ainda que “a superintendência sempre esteve atenta em relação a situação dos empregados para serem vacinados prioritariamente, e com a união entre ambos, obteve o sucesso com a vacinação de forma prioritária, para garantir que os metroviários sigam prestando serviços essenciais e levando mobilidade com segurança e saúde a toda a população”.

Requisitos: No momento da vacinação, o público precisa seguir as seguintes orientações:

- Apresentar documento de identificação com foto;

- Não ter recebido vacina contra a Covid-19;

- Não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias; 

- Não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias.

Comprovação de vinculação ativa: O trabalhador precisa apresentar no dia da vacinação, documento que comprove a sua vinculação ativa com empresa de transporte metroviário e ferroviário, em Belo Horizonte, podendo ser:

 3.1 - Comprovante de pagamento (contracheque) emitido nos últimos 3 meses com especificação da função; ou

 3.2 - Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) com especificação da função; ou

 3.3 - Contrato de trabalho com especificação da função; ou

 3.4 - Declaração de vinculação ativa como trabalhador do transporte metroviário ou ferroviário em Belo Horizonte emitida pela empresa de transporte.

O empregado precisa levar documento de identidade e CPF. Todos devem estar de máscara e respeitar o distanciamento nas unidades. O ideal é que o trabalhador evite ir acompanhado ou leve, no máximo, um acompanhante, para evitar aglomerações.