Imprimir

acontece editadaUsuários das estações do metrô e colaboradores da CBTU de Belo Horizonte participam nesta semana do esquete preparado pelo Grupo Confesso sobre o uso consciente da água. A intervenção, que tem como objetivo promover economia em um momento de baixa dos reservatórios, vai até sexta-feira (03/12).

Praticar o consumo consciente da água não significa deixar de usar o recurso, mas repensar as formas de uso. A peça teatral realizada pelo Grupo Confesso abordou o desperdício e o uso incorreto da água. Através da arte, os participantes puderam levar para casa a mensagem compartilhada e a lição sobre os cuidados que podem ser tomados para uma conduta positiva na sociedade.

O coordenador do Atendimento ao Usuário, Jason do Prado Silva, que participou da ação realizada na Sede da CBTU, afirma que “este tipo de intervenção é de extrema importância no conjunto de ações promovidas pela Empresa, principalmente, quando o assunto é sobre a questão de evitar-se o desperdício. A conscientização de todos os usuários e funcionários é um ponto de grande relevância”. Para a técnica industrial, Rosenira Gonzaga, a forma pela qual o assunto da conscientização foi abordado no teatro é “superinteressante para uma reflexão e uma grande oportunidade para repensar as atitudes e colocar em prática o aprendizado. Na minha casa, fazemos o possível para economizar e reaproveitar a água e, aqui na empresa, vejo que também é preciso”.

 

Economize: No teatro foram abordadas algumas ações fáceis, mas efetivas, para economizar água:

1.       Tomar banhos rápidos, inclusive nos vestiários da Empresa.

2.       No banho, deixar o registro fechado ao ensaboar.

3.       Fechar a torneira enquanto escova os dentes.

4.       Fechar a torneira enquanto ensaboa as vasilhas das refeições, em casa e no trabalho.