trem-anima

 

110 22A Gerência de Sistemas Fixos e Via Permanente e a Coordenação de Projetos da CBTU-BH, em parceria com a BHTRANS, implantaram na estação Lagoinha projeto para a solução de fornecimento de energia elétrica ao micro-ônibus da Polícia Militar de Minas Gerais, estacionado à Avenida do Contorno em frente ao Terminal de Integração Metrô/Ônibus.

Com o novo posto, a PMMG realiza, 24 horas por dia, o monitoramento e a segurança dos usuários e pedestres que passam por aquele local. A presença da Polícia inibe também o alojamento de moradores em situação de rua na área.

O micro-ônibus possui toda a estrutura necessária para a rotina dos policiais, como ar condicionado, câmeras, monitores, computador, micro-ondas, geladeira, etc. “A presença da PMMG e a revitalização do local trouxeram melhorias notáveis para a região, o que poderá atrair novos usuários para o sistema integrado Metrô/Ônibus”, afirma a coordenadora de projetos da CBTU-BH, Denise de Miranda.

Integração: o novo ponto de alimentação foi conectado a um quadro elétrico da estação Lagoinha que, originalmente, fornecia energia para a iluminação de toda a passarela. Em virtude de negociações da Gerência Regional de Obras da CBTU-BH junto à Prefeitura de Belo Horizonte, a iluminação da passarela de transposição passou a ser responsabilidade da Prefeitura. Agora, a CBTU administra apenas o trecho de conexão entre a passarela e a estação. Tal medida possibilitou a redução da carga instalada, permitindo o reforço do alimentador de energia para o micro-ônibus. 

Trabalho constante: a região de acesso à estação Lagoinha está sob a atenção permanente da CBTU-BH.  Em maio de 2021, numa ação da Gerência de Segurança Empresarial da Companhia em conjunto com a PMMG, várias pessoas em situação de rua foram retiradas do local e encaminhadas para abrigos. Em junho do mesmo ano, o projeto “Corações pela Cidade” do SESI Cultura preencheu o muro da estação com um mural urbano de corações e pássaros nativos.