trem-anima

 

110320a

Na manhã desta quarta-feira, 11, as Estações Recife e Cajueiro Seco receberam simultaneamente ação educativa da Coordenadoria Estatual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça de Pernambuco. “Dialogando sobre violência contra a mulher nos espaços públicos” é o nome do projeto que ocorre há 3 anos no Metrô do Recife com o objetivo de contribuir para um melhor conhecimento da Lei Maria da Penha.

“Nós estamos na ‘Semana da Justiça pela Paz em Casa’ e um dos projetos do TJPE é levar a discussão sobre a violência contra a mulher para os espaços públicos”, explica Claudianice Melo, assessora da Coordenação Estadual da Mulher do TJPE. E completa, “o espaço cedido pelo Metrô é muito importante para nós, pois podemos alcançar o público de forma direta aqui na estação”.

Presentes ao evento, além do TJPE, estavam o Ministério Público de Pernambuco, o Instituto Maria da Penha e o Instituto Alcance, responsável pelo treinamento dos Protetores Mirins, crianças com idade entre 5 e 12 anos que apresentam a Leia Maria da Penha em forma de jogral e poesia.

“O trabalho do Instituto Maria da Penha existe há mais de 7 anos. Damos aulas gratuitas sobre direito à cidadania e violência contra a mulher para o público em geral num curso com duração de 6 meses”, explica Heloísa prazeres, voluntária do Instituto.

A usuária do Metrô, Ana Gomes, parou para conferir o evento em Recife e disse que “ama esse trabalho de combate à violência contra a mulher e que a CBTU está de parabéns”. “Eu já faço campanhas contra a violência, sabemos que os menos favorecidos são os que mais sofrem”, finaliza.