trem-anima

 

2039A CBTU Belo Horizonte promoveu de 8 a 12 de abril treinamento para suporte básico à vida e primeiros socorros avançados. Ao todo, 34 assistentes de segurança metroferroviária da Companhia formaram a primeira turma e receberam a capacitação, com base nas legislações e instruções técnicas da Cruz Vermelha. 

O curso visa oferecer um alto padrão de instrução a empregados que lidam com o atendimento a vítimas, em casos de mal súbito ou acidentes. 

Para o coordenador de Segurança da CBTU-BH, Washington Luiz de Souza, a capacitação foi enriquecedora e teve como principal função propiciar maior segurança para o agente e para o usuário, garantindo a atuação adequada e a integridade de todos.  “Treinamentos dessa natureza nos ensinam a reagir melhor em situações de risco, porque além de salvar a própria vida, você precisa estar apto a saber como ajudar os outros a sua volta, no ambiente de trabalho e na vida diária”, destaca.

De acordo com coordenador de Desenvolvimento de Recursos Humanos, Wilber Magno de Oliveira, “a capacitação na Cruz Vermelha faz parte do Programa de Desenvolvimento e o objetivo é capacitar nossos seguranças atuarem com a maior precisão possível nos atendimentos, principalmente, no que se refere à  utilização apropriada do DEA, bem como na atualização dos protocolos de primeiros socorros”, afirma. 

Para o assistente de Segurança Metroferroviária, José Eduardo Homem, a participação nos treinamentos fortalece o laço entre empresa e os colaboradores e, proporciona uma maior adequação a realidade vivenciada por todos. “Estou há 30 anos na CBTU e, hoje, conseguimos enxergar uma qualificação muito grande por parte da empresa. Fico honrado em participar dos processos e acredito que essa medida potencialize as ações de cada profissional e ajude a trazer uma maior interação entre os setores”, conclui.