trem-anima

 

2331Considerando a norma administrativa sobre Progressão Salarial por Antiguidade, aprovada na Resolução de Diretoria 018/14, a CBTU Belo Horizonte divulgou o resultado do processo referente a 1º de outubro de 2018 a 30 de setembro de 2019. A relação nominal dos empregados beneficiados está disponível na RBH 0247/20, publicada na intranet.

A Progressão Salarial por Antiguidade é a elevação do empregado ao nível imediatamente superior, dentro da faixa de níveis do seu cargo efetivo previsto na tabela salarial, em decorrência do tempo de serviço prestado à Companhia e limitada ao impacto de 10% sobre os recursos destinados às promoções.

“Para ter direito ao benefício, o empregado deve ser efetivo e ter sido admitido há mais de cinco anos. Não será eletivo o colaborador que tenha mais de três faltas injustificadas ou punição disciplinar no período de apuração, gozado de licença sem remuneração por mais de 180 dias, licença maternidade ou auxílio previdenciário no interstício, além de não poder estar posicionado no último nível do seu cargo efetivo”, explica o coordenador de Administração em Recursos Humanos, Luciano de Melo. 

O profissional que receber a progressão salarial somente voltará a concorrer após todos os demais colaboradores da unidade administrativa, em condições de concorrência, serem progredidos pelo mesmo motivo.