trem-anima

 

Com a publicação do Decreto Municipal 17.406/20, que determinou a reabertura gradual e segura do comércio na Capital, a CBTU Belo Horizonte informa que o Metrô vai ampliar a grade de horários, válida a partir desta quinta-feira (6/8). A alteração visa garantir a expansão da oferta de transporte público a todos os trabalhadores essenciais, ao mesmo tempo que promove o redimensionamento do número de trens em circulação para os dias em que não houver funcionamento do comércio na capital. 

Considerando ainda a decisão judicial do TRT/MG que determina o diálogo constante da CBTU-BH com a categoria metroviária, em face de qualquer alteração no programa horário do Metrô, a CBTU aproveita para esclarecer que promoveu reunião com a categoria na tarde desta quarta (5), a fim de definir conjuntamente a nova escala e de promover o cumprimento adequado do novo Decreto Municipal. Os representantes da categoria manifestaram-se favoravelmente à implantação da nova escala. Para atender às fases previstas pela PBH, a circulação de trens se dará de acordo com os seguintes dias e horários: 

Fases

Horários

Fase Controle: Segunda e terça

Das 5h40 às 9h e das 16h10 às 20h

Fase 1: Quarta, quinta, sexta e sábado

das 5h40 às 20h30, com circulação Ininterrupta

Fase Controle: Domingo

Das 5h40 às 9h e das 16h10 às 20h


Uso obrigatório de máscara: vale destacar que permanece obrigatório o uso de máscaras ou cobertura sobre o nariz e boca, conforme determina o Decreto Municipal 17.322/20. A medida é válida para todas as dependências do metrô e ficará em vigor por tempo indeterminado. O cumprimento da medida é fundamental para conter a proliferação do coronavírus na Capital e a CBTU-BH aproveita para solicitar aos usuários que fiquem atentos ao cumprimento rigoroso da norma, durante a circulação do sistema, posto que o decreto prevê que os estabelecimentos de serviços deverão impedir a entrada e a permanência em seu interior de pessoas sem máscaras ou cobertura no rosto.

A Companhia seguirá acolhendo com presteza todas as recomendações dos órgãos judiciais, do Ministério da Saúde, da Organização Mundial da Saúde e demais autoridades estaduais e municipais que trabalham a favor do combate à pandemia e seguirá promovendo esforços para que a população cumpra as determinações de distanciamento social previstas, até segunda ordem, das autoridades. Tão logo houver novas recomendações no enfrentamento à Covid-19, a CBTU não medirá esforços em readequar suas operações no Estado.