trem-anima

 

BOPE na CBTU

16 alunos do Curso de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar de Tocantins estão em Maceió participando de treinamento com o Bope - Batalhão de Operações Especiais de Alagoas. A equipe escolheu a estação central Maceió da CBTU - Companhia Brasileira de Trens Urbanos, nesta terça-feira, 25,  para receber orientações e posteriormente simulação de evento crítico com reféns em ambientes tubulares, como são chamados os  trens, VLTs e ônibus, nas operações táticas militares.

O grupo foi recepcionado pelo coordenador de Operações da CBTU, Stenio Gonçalves, e recebeu orientações de todo o funcionamento do VLT pelo maquinista Luís Carlos de Souza para que pudessem entender os riscos e as possibilidades de acesso e de fuga em cada vagão. 

BOPE na CBTU  BOPE na CBTU

O capitão PM, Tadeu Franklin Barbosa de Moraes,  subcoordenador do 1º Curso de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar do Tocantins, explica que o BOPE de Alagoas é referência no País pela qualificação técnica, razão pela qual foi escolhido para o treinamento dos alunos da PM daquele estado. “Quando precisamos nivelar as atualizações das ações, buscamos as referências e essa é a razão para ficarmos duas semanas em Maceió participando de ações  com o BOPE Alagoas e o grupamento aéreo da Secretaria de Segurança Pública do Estado”, contou. 

Segundo o capitão Franklin, a estação da CBTU com a presença de um VLT apresentou as condições mais favoráveis para as instruções, pois “os ambientes tubulares, com acessos laterais, que dificultam a visualização de uma intervenção tática em resgates de reféns, são adequados  para que nossos alunos verifiquem na prática o que encontrariam numa situação real similar, como adentrar e buscar um causador de evento crítico”, disse o capitão se referindo a uma situação na qual um veículo de transporte público como ônibus coletivo, trens, VLts esteja tomado por alguém que coloque em risco os demais passageiros seja por algum transtorno mental ou por sequestro, assaltos ou quaisquer eventos dessa natureza. 

 

Maceió, 25 de maio de 2021.

 

Ana Cristina de Moraes Sampaio

Assessoria de Comunicação

COMAK - CBTU