trem-anima

 

2558A Saúde Ocupacional e a Comissão Interna de Prevenção a Acidentes da CBTU-BH são parceiras da Hemominas na divulgação de campanhas de conscientização sobre o câncer nos ossos e a importância da doação de medula óssea.

A Hemominas é uma das instituições que mais registra candidatos à doação de medula óssea no Brasil e, em 2020, foram realizados mais de 19 mil cadastros de candidatos à doação. Ainda, segundo a Fundação, as chances de um paciente que precisa de transplante encontrar um doador compatível entre pessoas não aparentadas é de uma em cada 100 mil.

O transplante de medula óssea beneficia diretamente os pacientes com produção anormal de células sanguíneas, geralmente causada por algum tipo de câncer no sangue como leucemias e linfomas, entre outras doenças. 

Participe da Campanha: O cadastramento de candidatos a doadores de medula óssea em Minas pode ser feito diretamente com a Fundação Hemominas. Para integrar o cadastro de doadores, é necessário:

Ter entre 18 e 55 anos, boa saúde e não apresentar doenças como as infecciosas ou as hematológicas;

Apresentar documento oficial de identidade, com foto;

Preencher ficha de identificação do candidato e termo de consentimento;

Colher uma amostra de sangue com 5ml para testes, para fazer o exame que irá determinar as características genéticas necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.

Para mais informações sobre a doação de medula óssea, acesse:

http://www.hemominas.mg.gov.br/doacao-e-atendimento-ambulatorial/atendimento-ambulatorial/doacao-de-medula-ossea.