trem-anima

 

A CBTU João Pessoa realizou, nesta quinta-feira, 17, no auditório da Estação Central, uma cerimônia de despedida para os ferroviários aposentados que aderiram ao PDV (Plano de Demissão Voluntária) da empresa. O evento contou com música ao vivo na sua abertura, homenagens do superintendente, gerentes e coordenadores e também com um vídeo de 30 minutos com depoimentos e fotos que emocionou todos os que se despediam.

A comissão organizadora entregou também porta retratos em formato de trem com fotos antigas e atuais dos aposentados. E com muita emoção e lembranças do passado; Aholizama Gama, Antônio Tadeu, Carlos Ordônio, Célia Regina, Edinaldo Paulo, Francisco Hércules, José Manoel Gomes, Marcos Nunes e Nelson Gaião se despediram; e deixaram uma mensagem para todos os empregados presentes lutarem e se dedicarem pela ferrovia.

De acordo com Rachel Domingues, pedagoga da CBTU João Pessoa e membro da comissão organizadora, o objetivo maior desse evento é de reconhecer a importância desses empregados que dedicaram uma parte de suas vidas ao desenvolvimento da empresa, através de sua força de trabalho e experiência. São pessoas importantes para a empresa e é preciso que elas saibam disso. A política de valorização da memória de uma empresa é algo fundamental para o desenvolvimento da mesma. Por trás de uma grande empresa certamente tem grandes funcionários que a fazem ser importante todos os dias, através do trabalho, dedicação, experiência e de laços afetivos que são tecidos no dia a dia. E reconhecer a importância dos que estão partindo, reafirma também aos que ficam ainda na empresa que eles também são importantes, e certamente renova a esperança e motivação para o trabalho. É como uma grande orquestra.

18012019a 3 18012019a 1

 18012019a 2 18012019a 4